quarta-feira, 22 de outubro de 2014
Nós, muitas vezes entregamos nosso coração, seja para o que for, tiramos ele do peito embrulhamos para presente em um papel azul com laços, e o entregamos a quem achamos que merece. Após isso, não adianta podemos derramar lágrimas e achar que estrelas estão brilhando menos, mas a partir do momento em que entregamos o coração, até as piores coisas vivenciadas conseguimos ver um lado bom, é instantâneo, é do ser humano, eu acho.
Eu não ligo de um milhão de pessoas vierem dizer que é errado ter um coração assim entregue, muitas vezes elas têm razão...Eu espero demais de quem eu amo, sim, entreguei meu coração embrulhado, mas isso não me dá o direito de certas coisas, sim, sim, eu sei. Sabe aquelas estrelas que mais brilham no céu ? É meu olhar quando olho para o portão de casa e vejo o dono do meu coração; sabe aquele sol insuportável do verão ? Ele desaparece quando escuto o som da campainha; sabe o chuvisco da madrugada? Ele fica colorido quando vejo a mensagem dizendo que está com saudades.
Há exatamente cento e sessenta e oito horas o dia mais bonito do mês chegará, eu não ligo pra você que não está entendo o significado da minha escrita... Mas uma coisa eu digo, sabe aquela estrela que mais brilha no céu ? Eu acho que é você meu amor. Eu amo aquele céu de domingo quando eu deito em seu peito e escuto as batidas do seu coração misturado com o meu que lhe dei de presente.
Acredito que toda a magia das estrelas do céu tem como sinônimo o amor, mas o amor, aquele amor, onde quando coloco os fones de ouvido e escuto uma certa trilha sonora sinto seu toque e seu jeito de falar em meu ouvido, mas como eu senti isso por esses dias, por isso que em uma quarta-feira já disse que estava com saudades, algo tomou conta do meu peito e o que eu mais queria era pegar a estrela mais brilhante e te dar de presente para lembrar meu olhar ao te ver. Sim, é você que faz os chuviscos coloridos e o céu azul, pois tudo isso é o sinônimo mais claro de amor, a cada dia reconheço uma experiência nova. Digo novamente que não ligo, não ligo para qualquer palavra maldosa, pois ela nos faz crescer, me fez crescer.
Os sorrisos constantes e os beijos demorados me emocionam, é como se o céu a noite tivesse descido e me entregado você. Incrível como certas coisas demoram para acontecer, mas quando a hora certa chega pensamos: Era para ser, me sinto engraçada pensando nisso. Eu não vou ficar falando de planos futuros, até porque todos esses parágrafos falam sobre presente, apenas afirmo...Entreguei meu coração à você.
Lari.F

2 comentários:

A Blogueira

A Blogueira
Estudante de jornalismo,20 anos.Tenho uma paixão por romances, Paris, cor de rosa e morangos. Gosto de dias nublados e arranha-céus ... Apenas leia meus sonhos líricos.

Visitas

Instagram

Curta no Facebook

Twitter

Followers

Translate

Larissa Figueira. Tecnologia do Blogger.

Postagens mais visitadas