domingo, 27 de julho de 2014
Uma vez disse que só acreditaria no amor se ele realmente existisse, e bem, vou dizer que nós realmente sentimos este sentimento quando vem de repente. Você sente seus olhos brilhares ou viajar para um outro sonho, você começa a dar uma vida por tudo, e muitos dizem que é um erro mas eu discordo, pois você se joga de cabeça em algo real pois sentimos o coração explodir e doer, principalmente se o amor sempre existiu e esteve escondido por um tempo.
Eu digo que estou bem, mas realmente quero vinte quatro horas com aquela vida feita na cabeça. Amo a parte de deitar, pegar todo o edredon fechar os olhos, sentir um suspiro do lado e apenas imaginar como seria uma vida assim. Parece tão fácil assim sonhando e criando vários mundos na mente, eu gostaria de tudo isso, como Déjà vu, onde tudo poderia ser vivido outra vez, sem arrependimento nenhum.
As vinte quatro horas de um dia incrível poderiam durar por toda a eternidade, eu não ligaria, da mesma 
maneira que o céu poderia ser azul para sempre, ou as estrelas tomassem o lugar do sol da maneira mais 
estranha possível. 
Eu odeio não saber o que escrever, ou ter um tipo de bloqueio, fico imaginando risadas intermináveis e olhares
apaixonados.Meus textos sobre o amor não precisam ser grandes, apenas intensos, agradeço por estar não apenas
vendo o amor existir e sim o vivenciando. Gosto de ver o quanto as vinte quatro horas de um dia passam rápido,
pois a próxima está por vir, mas as vezes nós podemos repetir, sem mesmo querer, apenas pegue escreva na
mente com tinta permanente e permita-se criar lembranças...Ah! Elas são tão mágicas como as vinte quatro horas 
do amor.
Lari F

0 comentários:

A Blogueira

A Blogueira
Estudante de jornalismo,20 anos.Tenho uma paixão por romances, Paris, cor de rosa e morangos. Gosto de dias nublados e arranha-céus ... Apenas leia meus sonhos líricos.

Visitas

Instagram

Curta no Facebook

Twitter

Followers

Translate

Larissa Figueira. Tecnologia do Blogger.

Postagens mais visitadas