segunda-feira, 7 de outubro de 2013
Volta no tempo para reperar o que ? A vida nos mostra ensinamentos, mesmo cada um deles se tornando um ferida incurável...
Não ser forte o suficiente para seguir em frente é uma caracteristica típica de dores no coração, quem diz isso são especialistas, não cardiologistas e sim aqueles que por uma vida foram "afinetados" por ele, cada ser humano que já soltou uma lágrima salgada pelo o que ? Ah sim, o amor, temos infitas palavras para deni-lo, mas por que? Não iria adiantar....... Nada, exatamente nada.
Abigail, não gostava de ser ruiva, muito menos de sua altura e sardas, mas o complicado da vida não era isso, e sim aquilo que ela chamava de amor, ela não sabia o significado, até sentir que era bom. Era mais ou menos treze de janeiro, o ano não me recordo, ela tinha dezoito anos e geralmente nesta idade os "jovens" querem reescrever sua vida, seja no mesmo lugar ou em outra cidade, com um liberdade e vontade de ser alguém, não para Abigail, ela estava mais preocupada em sarar certas feridas que a vida, ou melhor, o amor, seja lá o que for, fez, impreguinou em seu coração, porque doía e ela já estava sentindo que essa palavra com A não era algo assim, tão bom.
Terminar o ensino médio, pegar o diploma do curso de inglês, foram consequencias de uma vida cheia de sonhos e perspectivas, mas algo a incomodava, uma dor sofrida recentemente, ela se culpava por fazer tantos planos e se apegar fácil nas pessoas, apaixonar-se fácil e com toda certeza criar uma história com um alguém tão fácil, mas não a culpo, quando a gente se apaixona criamos perpectivas expectativas, sonhos e planos, e principalmente quando você sente que a pessoa é "a pessoa" que vocês tem algo que completam, encaixam, um "elo" perdido uma conexão, é inevitável, sonhar como tudo por ser ou poderia ter sido. Quando vejo os olhos azuis de Abigail não a reconheço, seu coração foi realmente maltratado, nem um namoro duradouro que acabou fez isso, sabe por que ? As pessoas amadurecem e conhecem o real sentindo das coisas, foi assim, ela amadureceu criou expectativas demais para uma vida de fantasia que por alguns dias parecia tão real.
Uma garota sonhadora, esse pode ser o defeito dela, se apega não somente em pessoas, como havia dito, mas também em planos e sonhos, era para ser algo bom tudo isso, mas quando aquilo que chamo de amor entra, as coisas complicam e quando achamos que vai passar, vêm a dor, e vamos combinar, não é fraca, não quando se tem dezoito anos.
Não adianta Abigail sair colocar o laço mais bonito de sua coleção no cabelo e sorrir, pois está magoada demais com tudo isso. A vida ensinou a deixar as coisas acontecerem, mas enquanto houver dor, tudo se complica, nada se renova, e Abigail bem, ainda não sabe o real significado daquilo que pode chamar de amor .

Lari F

0 comentários:

A Blogueira

A Blogueira
Estudante de jornalismo,20 anos.Tenho uma paixão por romances, Paris, cor de rosa e morangos. Gosto de dias nublados e arranha-céus ... Apenas leia meus sonhos líricos.

Visitas

Instagram

Curta no Facebook

Twitter

Followers

Translate

Larissa Figueira. Tecnologia do Blogger.

Postagens mais visitadas