segunda-feira, 30 de julho de 2012
Estou apenas olhando pela janela, e o que eu vejo ? Apenas manchas, sem saber o que significa para mim. Não quero parecer estranha, mas ainda sinto que essa tempestade não quer passar tão cedo.
Ainda estou tentando entender aquelas manchas que me atraem tanto, será um aviso, um sinal ?
A cada passo indeterminado é uma maneira de decifrar meu futuro, só que as surpresas parecem estar trancadas no baú de sonhos, não consigo justificar uma tal de falta de bom senso daqueles que estão ao meu redor, aquelas só me julgam não sabem o que eu penso, nem o que imagino.
Imagens vêm e vão como uma gota de chuva que cai e desaparece, tento lembrar, só me parece que foi em vão. São como aqueles pequenos indigentes que não sabem justificar sua própria vida, ficam prestando atenção em mim, sinto me envergonhada por ser tão diferente daqueles acomodados, não sei pensar de uma maneira tão fechada, ou viver naquele Mundo único sem sentido. Para o meu Mundo prefiro apenas meu caderno amarelo e um lápis mau apontado.
Por isso vemos manchas, são para camuflar momentos que não temos necessidades de vivenciar.
Lari F

0 comentários:

A Blogueira

A Blogueira
Estudante de jornalismo,20 anos.Tenho uma paixão por romances, Paris, cor de rosa e morangos. Gosto de dias nublados e arranha-céus ... Apenas leia meus sonhos líricos.

Visitas

Instagram

Curta no Facebook

Twitter

Followers

Translate

Larissa Figueira. Tecnologia do Blogger.

Postagens mais visitadas